quarta-feira, 30 de agosto de 2017

TBR de Setembro


Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei mostrar minha TBR para o mês de Setembro.



No mês de agosto pretendo reler o ultimo livro da série Harry Potter, Harry Potter e as Relíquias da Morte, para o projeto Estudando em Hogwarts da Priscila do Leitura Mania e para a série de post sobre os detalhes ocultos na série.




Pretendo reler Extraordinário da R. J. Palacio, que é a leitura do bimestre com os alunos do 7º ano para a disciplina de Ensino Religioso.




Pretendo também conclui a leitura de Os Miseráveis na versão adaptada por Walcyr Carrasco, que é a leitura desse bimestre com os alunos do 9º ano para a disciplina de Ensino Religioso.




Como complemento a minha de leitura do livro Contos de Fadas, pretendo ler O lado sombrio dos contos de fadas, que estava na minha TBR do mês passado, mas não consegui iniciar a leitura.




E para o meu desafio do mês de Setembro, pretendo ler Cinder da Marissa Meyer, que é um reconto da Cinderela, onde a Cinder é uma ciborgue que trabalha como mecânica na lua.




Será que dará tempo????????????? Os Miseráveis já estou quase concluindo, e Extraordinário é super rápida a leitura, mas esse será um mês corrido, pois tenho de preparar e corrigir avaliações, fechar média fechar diário... A correria de sempre em fim de bimestre.

Espero que consiga ler todos os livros programados. Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Viajei com: Contos de Fadas


Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei comentar sobre o livro Contos de Fadas para o meu Desafio Literário do grupo Devoradores de Livros. Nesse livro temos os seguintes contos:

Charles Perrault
·       Cinderela ou O sapatinho de vidro
·       Pele de Asno
·       O Gato de Botas ou O Mestre Gato
·       O Pequeno Polegar
·       Chapeuzinho Vermelho
·       Barba Azul

Jeanne-Marie Leprince de Beaumont
·       A Bela e a Fera

Jacob e Wilhelm Grimm
·       A Bela Adormecida
·       Branca de Neve
·       Chapeuzinho Vermelho
·       Rapunzel
·       João e Maria

Hans Christian Andersen
·       A roupa nova do imperador
·       O Patinho Feio
·       A pequena vendedora de fósforos
·       A Pequena Sereia
·       A princesa e a ervilha
·       Joseph Jacobs
·       João e o pé de feijão
·       A história dos três porquinhos

Anônimo
·       A história dos três ursos



Devo confessar que já faz MUITOS anos que não leio contos de fadas e que lembrava do contexto básico de alguns, e desconhecia outros. E fiquei horrorizada com os comentários machistas presente na obra, em especial nos contos de Perrault.
As figuras masculinas que apresentam comportamentos cruéis não são seres humanos, mas ogros. Já as personagens femininas com esse mesmo comportamento são mulheres. Fiquei com aquela impressão que as mulheres que não eram más, invejosas e incrivelmente preocupada com as aparências eram a exceção, estavam fora da curva.
Além disso, os contos onde os personagens utilizam inteligência e astúcia para consegui mudar sua situação, esses personagens são invariavelmente homens. As mulheres apenas conseguem mudar sua situação através da beleza.
Creio que essas questões devam ser discutidas sim, tanto em casa, quanto em sala de aula, pois temos MUITO que melhorar na questão a igualdade de gênero.

Então é isso, espero que tenham gostado. Beijos e até a próxima.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Detalhes Harry Potter e o Cálice de Fogo - J. K. Rowling


Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei dar sequencia a serie de post sobre os detalhes que muitas vezes passam desapercebidos nos livros de Harry Potter. Com toda certeza terá spoiler dos próximos livros. Caso queira conferir os post anteriores é só clicar no link:

Bem no inicio desse livro temos um comentaria bem interessante de Voldemort. A cena em que Voldemort diz a Rabicho que ele faria uma tarefa que muitos dariam a mão direita para cumprir, nós não imaginávamos que seria tão literalmente. E muito menos que essa mão iria sufocar Rabicho até a morte quando ele “vacila” por um ínfimo momento em sua lealdade a Voldemort.

  


Temos uma menção a Luna e a seu pai, quando Harry, Hermione e os Weasley estão indo para a Copa Mundial de Quadribol.




Sala Precisa é citada por Dumbledore, quando ele está conversando com Karkaroff no Baile de Inverno.



E podemos perceber que Dumbledore sabia ou pelo menos imaginava que Harry teria de se sacrificar. Percebemos isso quando Harry conta a ele que Voldemort utilizou o seu sangue para ressurgir e Dumbledore da um sorriso de triunfo, pois ele percebeu o erro que Voldemort havia cometido.



Lestrange são citados quando Harry vê “sem querer, querendo” na penseira as lembranças de Dumbledore, e no retorno de Voldemort.



Tudo de Dumbledore alerta a Fudge que aconteceria acaba acontecendo – gigantes, dementadores...




Vamos combinar: J. K. Rowling é sensacional. Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

TAG: Eu nunca...


Tudo bem com vocês??? No post de hoje irei responder a EU NUNCA BOOK TAG, a TAG foi criada pelo canal LizziefayeLovesBooks e foi traduzida pelo Livraria em Casa, e consiste em 10 “Eu nunca...” literários. Então vamos as perguntas:

1) "Eu nunca li isso" - Um livro que você não leu, mas que aparentemente todo mundo já.

Dei uma olhada no TOP 100 Mais Lidos do Skoob, e tem vários livros, Série Crepúsculo, Percy Jackson, Capitães de Areia... DIVERSOS livros.
Mas escolho 1984 de George Orwell, simplesmente amei A Revolução dos Bichos, e quero muito ler essa distopia.




2) "Eu nunca li algo tão maravilhoso" - O seu livro favorito




Não tem como não se apaixonar por esse livro, toda vez que assisto a adaptação dele tenho muita vontade de começar a rele-lo, mesmo ele tendo quase 2000 páginas. Já tem post aqui no blog sobre ele: LINK.


3) "Eu nunca imaginei que conseguiria terminar isso" - Um livro ou uma série que você não curtiu, mas foi até o fim



Chegou um momento da história que eu estava com vontade de tacar o livro pela janela, mas “persistente” (COFF... COFF... teimosa) como boa taurina que sou li até o fim, mas não gostei nenhum pouco do livro.
SINOPSE: Madelyn Hawkins está cansada. Cansada de ser sempre perfeita. Cansada de tirar A em tudo. Cansada de seguir à risca os planos que os pais fizeram para ela. Cansada de ser algo que não é, algo que não quer ser. Pressionada pelos pais a participar de um programa para jovens talentos, Maddie pulou dois anos do Ensino Médio e está cursando matérias na faculdade.
E então ela conhece Bennet Cartwright. Inteligente, sensível, divertido. Uma história que poderia muito bem ter um final feliz, não fosse por um detalhe: Maddie tem apenas 16 anos, e Bennet, além de ter 25 anos, é professor dela.
Para dar uma chance a esse novo relacionamento, ela decide não contar a Bennet sua idade. Não demora muito para que as coisas comecem a dar errado, e os efeitos da farsa de Maddie ganham contornos destrutivos quando a verdade sobre os dois vem à tona.
Não consegui me apegar aos personagens, nem acreditar no sentimentos que eles passavam.... Foi sofrível chegar ao fim, vê se melhorava, mas... Também já tem post aqui no blog: LINK.


4) "Eu nunca vou terminar isso" - Um livro ou uma série que você abandonou



Sem a menor chance de voltar a ler esse livro. Repetitivo, demorado. Parece uma aula de história da magia com o professor Binns, onde até uma batalha sangrenta fica mega desinteressante.


5) "Eu nunca vou me arrepender de ter lido isso" - Um livro que você leu por recomendação de alguém e acabou gostando



Ganhei ele num sorteio, autografado... mas não tinha dado muita bola para ele. Acabei pegando para ler de tanto o Gabriel Inácio me falou desse livro e GOSTEI MUITO.
Em um mundo de recursos escassos, olhos vendados e um terror persistente, encarar os próprios medos é apenas o inicio da viagem. Quatro anos depois de tudo ter começado, restaram poucos sobreviventes, incluindo Malorie e seus dois filhos pequenos. Morando numa casa abandonada próxima ao rio, ela sonha há tempos em fugir para um local onde sua família possa ficar em segurança. Mas a jornada que têm pela frente será assustadora: 32 quilômetros rio abaixo em um barco a remo, vendados, contando apenas com a inteligência de Malorie e os ouvidos treinados das crianças. Uma decisão errada e eles morrem. E ainda há alguma coisa os seguindo. Será que é um homem, um animal ou uma criatura desconhecida?
Já tem post aqui no blog: LINK.


6) "Eu nunca faria isso" - Um personagem que tomou alguma decisão ou fez coisas que você não concorda/faria.

  
Creio que nunca daria uma de Victor Frankenstein... Como assim a pessoa é inteligente o bastante para fazer algo, mas não o suficiente para ver que vai dar merda, MUITA MERDA... Tem  post sobre o livro aqui no blog: LINK.


7) "Eu nunca quero ter que admitir que li isso" - Um livro que você tem vergonha de ter lido ou de ler em locais públicos.


  
Não tenho vergonha de ter lido nenhum livro, mas para não ficar sem responder irei citar não o livro, mas a forma com que eu li. Sei que é feio, é errado, mas li toda a saga em PDF no computador, isso foi em 2009. Minha mãe nunca teve como comprar os livros que eu queria, por questões financeiras, ela apenas comprou 3 livros que eu precisava ler para a escola. E como eu estava SUPER mega curiosa para ler os livros, baixei todos os livros e li nas férias do final do ano. E só consegui comprar minhas edições físicas em 2013.


8) "Eu nunca li algo tão fofo" - Um livro que tocou seu coração



Tem como não citar esse quadrinho??? É super mega fofo, lindo, triste. É muito show. Já tem post aqui no blog: LINK.


9) "Eu nunca ri tanto" - Um livro que te fez rir alto



Não tem como não rir com essa historia, se você já leu ou assistiu a adaptação sabe como é. Já tem post aqui no blog: LINK.

  
10) "Eu nunca teria sobrevivido minha infância sem ter lido esse livro" - Um livro favorito da sua infância
   
GIBIS....

Então é isso. Espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.


https://www.youtube.com/watch?v=2E1N20N5-k4

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Livros físicos grátis - onde conseguir?


No post de hoje quero dar algumas dicas para fazer seu rico dinheirinho render mais, além de dicas para conseguir livros físicos FREE.



Já fiz um post sobre como conseguir livros físicos grátis, caso queira conferir segue o link. Hoje darei outras dicas.

·       Meliuz – é um site que tem parcerias com VÁRIAS lojas, e que devolve uma parcela do valor de sua compra para você. Nesse site já consegui 35,00 R$ de volta em duas compras que fiz na Amazon. E se você fizer o cadastro pelo meu link, você colabora comigo.

·       Qualibest – é um site onde você responde a pergunta de opinião e acumula pontos, e esses pontos você pode trocar por vale-compras (Americanas, Submarino, Saraiva, Cultura) ou por prêmios (inclusive livros). Nesse site eu já acumulei 25,00 R$ em vale-compras. E se você fizer o cadastro pelo meu link, você colabora comigo, PLEASE.

·       Nicequest – também é um site onde você responde a pergunta de opinião e acumula pontos, e esses pontos você pode trocar por vale-compras (Americanas, Submarino, Saraiva, Cultura) ou por prêmios (inclusive livros). Nesse site eu já consegui pontos para trocar por 2 livros.

·       Mundo de Opiniões – é outro site onde você responde a pergunta de opinião e acumula pontos, e esses pontos você pode trocar por vale-compras (Americanas, Submarino, Saraiva, Cultura). Nesse site eu já acumulei 50,00 R$ em vale-compras. E se você fizer o cadastro pelo meu link, você colabora comigo, PLEASE.

Então aproveitem e façam seu dinheiro render. Espero que vocês tenham gostado, beijos e até a próxima.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Detalhes de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban


Tudo bem com vocês???  Esse é o terceiro post da série de post comentando sobre os detalhes que muitas vezes passam desapercebidos nos livros de Harry Potter, mas que se mostram muito importantes posteriormente, o que mostra a genialidade da J. K. Rowling, que já havia definidos os caminhos que a história tomaria.
Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban temos bastantes revelações e menos ganchos. Por exemplo temos a história do Salgueiro Lutador, que foi plantado na escola para proteger a Casa dos Gritos, onde o Lupin pode se transformar sem oferecer perigo a ninguém.




E temos também a revelação que Perebas na verdade é Pedro Pettigrew, o traidor dos Potter.



Temos a aparição de Sirius e de tia Guida, que são mencionados em Harry Potter e a Pedra Filosofal.





Temos a explicação dos animagos, e entendemos a cena da Minerva se transformando em gato em Harry Potter e a Pedra Filosofal.



Mas na parte final do livro temos dois comentário de Dumbledore que nos dá muito o que pensar:

— Por que tão infeliz, Harry? — perguntou em voz baixa. — Você deveria estar se sentindo muito orgulhoso depois do que fez à noite passada.

— Não fez nenhuma diferença — disse Harry com amargura. — Pettigrew conseguiu fugir.

— Não fez nenhuma diferença? — repetiu Dumbledore baixinho. — Fez toda a diferença do mundo, Harry. Você ajudou a desvendar a verdade. Salvou um homem inocente de um destino terrível.

Terrível. A palavra despertou uma lembrança na cabeça de Harry. Maior e mais terrível que nunca... A predição da Profª. Trelawney!

— Prof. Dumbledore, ontem, quando eu estava fazendo o exame de Adivinhação, a Profª. Trelawney ficou muito... Muito estranha.

— Verdade? — disse o diretor. — Hum... Mais estranha do que de costume, você quer dizer?

— É... A voz dela engrossou e os olhos giraram e ela falou... que o servo de Voldemort ia se juntar a ele antes da meia-noite... Disse que o servo ia ajudá-lo a voltar ao poder. — Harry ergueu os olhos para Dumbledore. — E então ela meio que voltou ao normal, mas não conseguiu se lembrar de nada que tinha falado. Era... Ela estava fazendo uma predição de verdade?

Dumbledore pareceu levemente impressionado.

— Sabe, Harry, acho que talvez estivesse — disse pensativo. — Quem teria imaginado? Isso eleva para duas o total de predições verdadeiras que ela já fez. Eu devia dar à professora um aumento de salário...

— Mas... — Harry olhou, perplexo, para o diretor. Como é que Dumbledore podia ouvir uma notícia dessas com tanta calma?

— Mas... Eu impedi Sirius e o Prof. Lupin de matarem Pettigrew! Assim vai ser minha culpa se Voldemort voltar!

— Não vai, não — disse Dumbledore em voz baixa. — A sua experiência com o Vira-Tempo não lhe ensinou nada, Harry? As conseqüências de nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil... A Profª. Trelawney, abençoada seja, é a prova viva disso... Você teve um gesto muito nobre salvando a vida de Pettigrew...

— Mas se ele ajudar Voldemort a voltar ao poder...

— Pettigrew lhe deve a vida. Você mandou a Voldemort um emissário que está em dívida com você... Quando um bruxo salva a vida de outro, forma-se um certo vínculo entre os dois... E estarei muito enganado se Voldemort aceitar um servo em dívida com Harry Potter.

A genialidade de Dumbledore é incrível. Voldemort sabe que Pettigrew deve a vida a Potter, e que ele tem a tendência a mudar de lado, em suma, ele nunca confiou em Pettigrew, e a mão de prata que ele recebe é uma garantia de que a fidelidade de Pettigrew não vacilaria sem punição, pois em Harry Potter e as Relíquias da Morte, Pettigrew é sufocado até a morte pela mão de prata, por ter soltado Harry.

E temos a referência à profecia que é revelada em Harry Potter e a Ordem da Fênix. Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Beijos e até a próxima.